# Lynx Tecnologia Lynx Test and Measurement

<
Aquisição de Dados
Controladores
Condicionadores
Sistemas
Sensores
Cabos Especiais
Software
ENGLISH

ICGen Road Simulator

Sistema para testes de durabilidade em veículos e componentes.Em 1993 a Lynx desenvolveu um simulador de pista de 12 canais em parceria com a GM do Brasil (2a geração).

O ICGen (Interative Control signal Generator) é a terceira geração de programas de simulaçào de pista da Lynx.

 

O que é um Simulador de Pista?

Estes programas são usados para realizar testes de durabilidade de componentes ou subsistemas mecânicos, em particular automotivos, com atuadores hidráulicos. Os simuladores permitem que os testes de durabilidade representem com maior fidelidade as falhas que ocorrem ou podem ocorrer no uso do produto.

O simulador de pista é um sistema composto por: dispositivo de teste, atuadores hidráulicos, controladores dinâmicos, hardware de aquisição de dados e playback comandados por um programa de computador que simula as condições de pista no laboratório.

Numa primeira etapa um veículo ou subsistema em desenvolvimento é instrumentado e são realizadas aquisições de dados nas pistas do campo de prova que se deseja simular em laboratório.

Na segunda etapa, com o veículo é instalado no dispositivo de teste do laboratório, é levantada a função de transferência do sistema.

Na terceira etapa é determinado o drive de pista de cada uma das pistas que se deseja simular. O drive de pista é obtido através de iterações em que se calculam os sinais que devem ser aplicados nas entradas de setpoint dos controladores dinâmicos de modo a se obter respostas dos sensores instalados no veículo análogos aos obtidos nos ensaios no campo de provas.

Com os sinais de drive de cada uma das pistas, prossegue-se com a quarta e última etapa do simulação. Nessa etapa é montada uma seqüência de repetições de reprodução dos drives de pista que determinam o procedimento do teste de durabilidade do veículo.

 

Tela de gerenciamento do projeto no ICGen

 

Características do Lynx ICGen:

  • Windows 7 8, 10
  • Suporte hardware de playback modelo ADS1167 da Lynx;
  • Suporte aos sistemas de aquisição de dados compatíveis com o Lynx AqDados 7.2;
  • Aceita arquivo de série temporal da pista nos formatos Lynx AqDados, MTS RPC III e Catman 4.5 e 5.0;
  • Cálculo de função de transferência para sistemas com até 16 entradas e saídas;
  • O ICGen usa o conceito de projeto de modo que os diretórios e arquivos gerados nas etapas da simulação são gerenciados pelo programa;
  • Configuração de entradas analógicas correspondentes aos sinais de resposta do veículo utilizados na simulação de pista e entradas analógicas adicionais para outras finalidades do usuário;
  • Permite especificar limites de segurança para os sinais de saída para os setpoints dos controladores dinâmicos;
  • Visualização gráfica da aquisição de dados de modo fácil e intuitivo.
  • Opção de drive de pista definido pelo usuário.
    • Em algumas aplicações as etapas de identificação de sistema e iteração de pista não são necessárias porque os drives de pista já são conhecidos. Neste caso utiliza-se o ICGen apenas para gerenciar o teste de durabidade;
  • Programação do teste de durabilidade composto por seqüência de repetições de reprodução dos drives das pistas.
    • Apresentação da quilometragem e tempo acumulado e total do teste;
  • Configuração de entradas analógicas diferente para a etapa de teste de durabilidade;
  • Aquisição de sinais opcional durante a execução do teste de durabilidade, o que libera o hardware de aquisição de dados para outras necessidades do usuário;
  • Gravação da aquisição de sinais com 1-clique.
    • Nas etapas de identificação, iteração e teste de durabilidade o usuário pode, a qualquer instante, iniciar a gravação da aquisição de dados para uso próprio do usuário.
    • As gravações das séries temporais utilizadas no processo de simulação são realizadas automaticamente pelo programa;
  • Arquivo de log do projeto com registro automático das operações realizadas pelo usuário e ocorrências do programa;
  • Arquivo de log do job da execução do teste de durabilidade com registros automáticos de início de execução, interrupções e retomadas do job.
    • O usuário também pode efetuar logs para registrar outras ocorrências, tais como, parada para troca de amortecedor, anotações de ocorrências de falhas estruturais no veículo em teste
Exemplos da tela da etapa de iteração de pista

 

 

Comparação entre os sinais obtidos em campo e em laboratório

 

 

Exemplo de configuração de teste de durabilidade